Durante toda a história da humanidade, a comunicação foi uma parte importante. Antes mesmo do homem começar a falar, ele já sabia que era necessário se comunicar com os seus semelhantes para se manter vivo. E agora, mais do que nunca, nós vivemos em uma época que é preciso saber como falar bem com as pessoas em qualquer situação.

Isso porque nós já passamos por diversas eras em que determinada característica era importante para sobrevivermos e nos adaptarmos ao ambiente de trabalho. Porém, atualmente, nós vivemos em uma época que a comunicação é a mais importante de todas. É a chamada Era da Informação.

Antes, estávamos na Era Industrial. Naquela época, nós precisávamos ser bons funcionários mecânicos e desenvolver a capacidade de fazer tarefas repetitivas com perfeição. Nessa Era da Informação, nós precisamos ter conhecimento e, acima de tudo, saber como falar bem com as pessoas para transmitir esse conhecimento.

Porém, não é apenas no ambiente de trabalho que nós precisamos saber como falar bem com as pessoas. Essa habilidade será muito importante para suas relações pessoais, para seus relacionamentos amorosos e todas pra relações com todas as pessoas que você tiver contato ao longo da vida.

Por isso, no artigo de hoje, vou ensinar como falar bem com as pessoas em qualquer situação.

Falar bem é mais do que falar. É ouvir!

Uma das principais lendas que se tem na comunicação é que saber falar é falar muito bem. Porém, muitas pessoas se perdem com isso e sabem falar muito bem, mas não sabem ouvir o que a outra pessoa está dizendo. E a comunicação é uma via de mão dupla. Se não, se torna apenas um monólogo.

Parte importante de saber como falar bem com as pessoas é entender o que a outra pessoa está falando. Ouvir o outro te permite formular melhores argumentos e entender com maior a precisão as dores de quem está conversando. E entender essas dores será essencial no processo.

Quando você conhece as dores das pessoas e suas motivações para concordar ou contradizer o que você está dizendo, é muito favorável ao seu favor. Você passa a trabalhar com as emoções.

Um exemplo simples: se eu sei que você morre de medo de morrer sozinho, mas não aceita a argumentação que estou usando para melhorar sua comunicação, eu posso usar essa sua dor para provar os pontos que quero, como dizer que ter uma boa comunicação é importante para manter as as pessoas importantes ao nosso lado até nos momentos mais difíceis. Isso é parte de saber como falar bem com as pessoas, mostrar suas dores e apontar soluções.

É preciso se adaptar a cada pessoa

Eu sempre gosto de falar de sobre um conceito muito importante na Programação Neurolinguistíca: o rapport. Essa é uma palavra em francês que não existe tradução no Brasil, mas seria algo parecido com “espelhamento”. E essa tentativa de tradução representa muito sobre o conceito.

O rapport exige que você preste atenção na outra pessoa e que repita alguns gestos, movimentos e expressões faciais. Isso é importante para que ela se identifique com você. Se está conversando com alguém calmo, por exemplo, fale de forma calma. Se fala com quem fala alto, fale alto. E por aí vai.

Como eu disse, nos comunicamos muito antes de aprendermos a falar. E essa comunicação era feita através das expressões. Vendo o jeito de se movimentar, expressões faciais etc. o homem sabia que aquele ser era semelhante e, portanto, que poderia se aproximar. Os diferentes eram inimigos.

Essa ideia do espelhamento está presente em nós até hoje. Quantas vezes você já passou muito tempo em uma sala de espera ou fila de banco conversando com uma pessoa que estava ao seu lado e quando foi embora sentiu que estava perdendo a oportunidade de fazer um grande amigo? Isso porque vocês tiveram rapport.

Esse rapport é se identificar nas outras pessoas e você deve fazer com que os outros se identifiquem com você através do espelhamento. Busque pegar as principais características do outro e colocar em sua fala. Gírias, trejeitos, jargões, movimentos etc. são essenciais.

Dica especial de como falar bem com as pessoas e evitar brigas

Agora, vou dar uma dica muito especial, que só ensino no treinamento de vendas e no treinamento de palestrantes, para você saber como falar bem com as pessoas. Ela é muito importante para encerrar discussões.

Vamos supor que você foi jogar bola e ficou de passar na casa da sua namorada como combinado. Você ficou horas no churrasquinho pós-jogo e só lembrou dela quando viu as ligações perdidas. Vai direto pra casa dela sabendo que está brava. Assim que sua namorada falar algo, você tem duas formas possíveis de reagir. A primeira é se explicando e a segunda é dando razão a ela. Por exemplo:

Eu só estava jogando um futebol com os caras e comendo um churrasquinho, amor.

ou

Eu só estava jogando um futebol com os caras e comendo um churrasquinho, amor, mas eu entendo porque você está brava comigo.

Você primeiro discorda – nesse caso, se explica – e logo em seguida dá razão ao que o outro diz. Ela não terá como rebater. Você entende e sabe porque ela está nervosa. Não precisa mais brigar por isso. Sempre digo que depois que passei a estudar PNL de maneira mais profunda, nunca mais briguei com minha mulher rsrs. Porém, essa dica funciona em qualquer situação de atrito.