O maior segredo na hora de influenciar é não se deixar ser percebido. É preciso entender como manipular alguém sem que nem essa pessoa, nem ninguém, ache que você está manipulando. Quando alguém acredita, você não está manipulando.

O bom manipulador nunca é reconhecido como um bom manipulador. O bom vendedor nunca deve escutar a frase “você é um bom vendedor!”. A descoberta do artifício cria uma barreira que faz com que seja quase impossível manter a mesma venda ou manipulação.

A vulnerabilidade da manipulação se torna uma batalha quando o alvo dela descobre e passa a encarar aquilo de um jeito prejudicial a ele, independente do que esteja sendo oferecido. Ele se sente enganado e entra na defensiva. Sua venda, por exemplo, acaba então de ficar mais longe.

Por isso, influenciar e manipular, é algo que deve ser feito nas sombras, por trás o véu da consciência. Não deve nunca se deixar ser descoberto.

Aprendendo como manipular alguém

A questão principal é que a manipulação deve ser o resultado sutil de um esforço. Não simplesmente um jeito de vender um produto ou enfiar um serviço. Para ser eficiente e permanecer escondida, ela precisa ser encarada com normalidade.

Existem fases, passos e caminhos que um manipulador pode percorrer para que seu esforço seja recompensado. Opções que farão com que ele faça o que deve ser feito, mas sem permitir que ninguém perceba.

Um dos primeiro passos é, justamente, demonstrar o interesse pela pessoa. Do mesmo jeito que a descoberta da manipulação coloca uma barreira entre você e a pessoa, um elogio pode despedaçar essa barreira. O primeiro contato deve ser feito de um jeito agradável e para agradar. A pessoa precisa ter tudo que ela desejava, naqueles pouco tempo de apresentação.

E isso só acontece, porque você sabe o que a pessoa quer. Portanto, se não sabe, descubra. Nesse ponto, por tudo a perder é uma opção que aplaca muita gente, já que no afã de descobrir o que a pessoa quer, acaba metendo os pés pelas mãos e sendo “descoberto”.

O manipulador precisa estar em volta sem a pessoa perceber, ser sorrateiro e não perder a chance do primeiro contato por falta de informação.  Seu charme vem da possibilidade de oferecer algo seguro e incondicional. O encantamento de fazer com a pessoa encontre nele tudo aquilo que está procurando.

A manipulação quanto mais sutil e invisível envolve encanto, confiança e admiração. Com isso de seu lado, tudo fica muito mais fácil.

Como manipular pessoas praticando a escuta

O outro passo diz respeito a escutar. Sem essa barreira, a pessoa irá falar. O manipulador é alguém que sabe prestar atenção não só nas palavras, mas em tudo que vem com elas. É nas entrelinhas que estão escondidos os sentimentos.

Entender a linguagem por trás da linguagem dá ao manipulador material suficiente para qualquer outro passo que ele queira dar.

Quando o manipulador está na frente da pessoa, ele irá surpreendê-la, irá mostra-la coisas que nem ela sabia que queria ou precisava.  Quanto mais na frente você estiver, mais fácil dessa pessoa não perceber o que está acontecendo.

Nesse momento, o que você oferecer vai vir de alguém que essa pessoa acredita conhece-la de um jeito profundo e que sabe o que é bom para ela. A persuasão então está não no modo de empurrar algo, mas de fazer essa pessoa achar que toda ideia foi dela. Quando isso acontece, ela nunca vai achar que tem alguém por trás disso, consequentemente, não se deixará perceber sendo manipulada.

As possibilidades entre esse momento e o final da manipulação são inúmeras. O importante aqui é entender que o manipulador não deve nunca exceder sua capacidade de permanecer escondido por suas palavras e ações. Pedir algo maior do que esperado pode quebrar o encanto, assim como forçar demais uma proposta pode fazer com a pessoa entre em negação.

O segredo é sumir por trás de suas intenções. O que sobra nessa hora é o sucesso dessa relação. Um bom manipulador não tem os louros da manipulação, mas o prazer da venda ou da influência final, sem que ninguém perceba.