O coaching e a palestra estão intimamente ligados. Muitos profissionais transitam entre as duas áreas e as usam de forma complementar para conquistar muito mais resultados. Eu mesmo tenho formação em coaching, mesmo não atuando como coach atualmente, e isso traz um grande diferencial para as minhas apresentações. Mas, apesar disso, muitos ainda não perceberam todas as vantagens em fazer uma palestra de coaching.

Mas antes de continuar este artigo, vamos entender o que eu estou dizendo com palestra de coaching. Não entenda como promover palestras que explicam para o público o que é coaching, mas apresentações que levem a sua missão e valores adiante.

Se você palestrar sobre coaching propriamente, os resultados conquistados serão muito baixos e você não terá o mesmo impacto, mas vamos tratar disso mais à frente. Agora, vamos entender porque você deve criar uma palestra de coaching.

Porque fazer palestras de coaching

  1. Palestras te tornam uma autoridade! Ser uma autoridade na área que você trabalha é o sonho de todo profissional. Ser reconhecido como uma das pessoas mais bem capacitadas para tratar de um assunto é uma das melhores recompensas que podemos receber. Eu sei bem disso. Nem sei descrever a sensação de quando fui eleito pela revista Venda Mais como um dos cinco melhores palestrantes de vendas do Brasil por duas vezes. E é justamente este o poder da palestra. Te transformar em uma pessoa respeitada na área que atua. O meu amigo Eduardo Santorini, por exemplo, é coach de sedução e participou do Criando Palestras e Apresentações em busca de aumentar a sua autoridade. Isso porque ele já é uma pessoa altamente reconhecida na área. Imagina como é este impacto para quem tem um nome menos renomado.
  2. Palestra de coaching vende coaching! As palestras são uma das melhores formas de vender os serviços de empresas e profissionais liberais. Não é por menos que vemos tantos profissionais que fazem palestras tendo filas para atender os seus clientes. Isso é reflexo da autoridade que você conquista ao se apresentar para o público-alvo. Ao criar uma palestra de coaching sobre o seu segmento, como o Santorini, você passa a se destacar entre as pessoas que estão interessadas no que você tem a dizer e elas ficam loucas para te contratar. Não é por menos que os webinários têm crescido tanto entre os coaches, mas isso é assunto para um próximo artigo.
  3. Construir uma rede de admiradores! Ser uma autoridade é importante, mas construir uma rede de admiradores que seguem o seu trabalho e indicam você para Deus e o mundo é melhor ainda. Uma palestra persuasiva, que usa os gatilhos mentais certos e te posiciona com excelência na área tem esse papel de criar admiradores. Quantas vezes você já saiu de uma palestra em que queria ir atrás de tudo sobre aquele palestrante? Você pode causar o mesmo impacto ao fazer palestra de coaching. E esse tudo que o público quer ir atrás vai de curtir sua página no Facebook a comprar o seu programa.
  4. Criar conexões com outros profissionais! O universo do coaching é quase que paralelo a todos os outros mercados de trabalho. Enquanto se fala muito de parceria em todos os mercados, o coaching é um dos poucos que consegue trazer isso enraizado de forma natural, orgânica e verdadeira. Uma palestra de coaching pode potencializar isso e criar novas conexões profissionais. Palestrando pelo Brasil todo, eu conheci diversos profissionais que foram complementando meu trabalho, seja através das parcerias ou das conversas diárias. Desde um coach de sedução a um fonoaudiólogo, passando por um mágico.
  5. Melhorar sua persuasão com o coachee! O treino para fazer palestra de coaching te faz ser persuasivo de uma forma que você nunca conseguiu antes. Para ser um grande palestrante é preciso treinar à exaustão sua comunicação. Ser palestrante não é apenas construir uma apresentação e segui-la à risca. Um palestrante precisa falar de improviso e também precisa saber como se comunicar diretamente com uma única pessoa. E esse conhecimento pode te ajudar no dia a dia com seu coachee e também nas vendas de seu programa.

Atenção! Não faça palestra sobre coaching

Logo no começo do texto, eu falei que fazer palestra de coaching não é necessariamente fazer uma palestra sobre coaching. Então, agora, eu vou explicar um pouco melhor sobre isso e porque você não deve buscar ensinar o coaching em suas palestras.

O primeiro passo de tudo é que você não é um coach de coaching. Você atua dentro de um segmento, seja negócios, emagrecimento etc. Se você atua nesse segmento, quer atingir as pessoas que estão dentro dele. Portanto, é preciso palestrar sobre esse assunto. O Santorini faz palestras sobre sedução e não sobre coaching. Eu faço palestras sobre vendas e não sobre coaching. O coaching está subentendido em sua apresentação quando se posiciona como um profissional da área. Ou seja, você leva sua mensagem, se posicionando como Coach e isso impulsiona sua carreira. Pra ficar bem claro, vamos usar um exemplo de palestra médica. Ela não falará sobre a medicina, mas sobre uma doença em específico e apresentará como a medicina pode curá-la. É o mesmo caminho!

Uma palestra em que você trata sobre coaching não trará o seu público. Ela trará pessoas que estão interessadas em saber mais sobre essa área e que buscam formações. Por isso, essas palestras são interessantes para os institutos, mas não para os coaches que estão em busca de clientes.

Você já tem uma palestra de coaching?

Muitos coaches já estão palestrando. Seja em eventos presenciais, webinários ou qualquer outra forma de apresentação. Mas a verdade é que a maior parte ainda não abriu os olhos para essa forma de gerar autoridade e conquistar clientes.