Na hora de oferecer um produto ou convencer um cliente, não existe nada mais eficiente do que o poder de persuasão em vendas. O sucesso de cada esforço é o sucesso da negociação.

Mas não se engane, conseguir persuadir um cliente não é algo que seja movido por algum passe de mágica ou segredo guardado, é tudo uma questão de trabalho e muito treino. Existem ferramentas e possibilidades que ajudam nesse caminho, e todos podem aprendê-las.

Quando você domina seu produto, conhece sua história e entende o mercado ao seu redor, fica muito mais fácil vender essa ideia para o público que você pretende fazê-lo.

Portanto, quando usamos técnicas de persuasão na hora das vendas, o que você está fazendo é juntando tudo isso e focando sua força em um ponto específico, nesse caso, o cliente e a venda.

Confira então três dicas imprescindíveis para que seu poder de persuasão garanta sua venda.

Como ter poder de persuasão em vendas

Saiba conversar

A primeira ideia é que o melhor jeito de “ganhar” uma discussão é conseguindo evita-la. Não fugir, mas sim mudar sua postura. Não perca o foco tentando vencer uma conversa ou discussão. Faça o contrário, concorde, encontre os pontos em comum com seu interlocutor e parta deles.

Entenda o ponto de vista e tente chegar a um acordo, se não estiver acontecendo naquele momento, marque uma reunião nova e tente outro dia. Por isso é tão importante respeitar a opinião dos outros, já que essa porta precisa sempre ficar aberta.

Se quiser discordar, faça com sutileza e nunca deixe parecer que é uma discordância, opte sempre por parecer um caminho diferente na conversa. É preciso deixar a conversa sempre positiva e apostar da diplomacia.

O Poder da Persuasão do “sim” e de ouvir

Um dos pontos mais importantes de uma venda é o final dela. Mais especificamente na hora que o cliente diz “sim”. E isso não acontece só no final da conversa, precisa estar sempre presente.

A hipnose nos ensina que quanto mais o cliente disser “sim” durante a conversa, mais acostumado a isso ele fica e com uma simplicidade ainda maior ele aceita sua proposta no final.

O segredo está em criar um encadeamento de afirmativas desde o começo da conversa. Desde as respostas simples, até mais complexas. O importante é manter um ritmo que permita que o “sim” seja sempre algo natural e venha sem muito esforço.

Por isso é tão importante ouvir o que o outro lado está dizendo. Quando você quer vender, quer, antes de qualquer coisa, convencer. Isso passa por fazer com que seu cliente esteja a vontade, e nada deixa uma pessoa mais à vontade do que quando ela é ouvida.

Quando você presta atenção na pessoa, mais ela confia em você. Portanto, pergunte de modo cirúrgico, procure o “sim” e deixe o cliente falar.

Trabalhe a reciprocidade

Note que uma reunião sempre começa com um cafezinho, copo de água ou qualquer outro subterfúgio para abrir essa porta. É lógico que tudo isso é uma gentileza, mas quando a reciprocidade surge, tudo fica muito mais fácil.

Quando você quer algo, um dos jeitos mais eficientes disso acontecer é você dando algo. É algo inconsciente, como se nascesse dali uma quase obrigação de retribuir esse favor.

Portanto, abra espaço para algo, ceda, e logo depois tente fazer o seu pedido. Encaixe tudo em um mesmo mecanismo que se equilibra através do que ambos estão ganhando.

Uma técnica eficiente é criar essa retribuição através do sentimento do contrário. Fazer o cliente ceder por sentir que não vai mais negar. Sacrifique um pedido no começo e encaixe um outro na sequência onde a possibilidade de um “sim” fica muito maior.