Independentemente da sua profissão ou situação pessoal, mais cedo ou mais tarde você terá que convencer alguém. E é perfeitamente possível fazer isso sem enganar ou mentir. Como persuadir de modo justo e honesto é quase uma arte e todos podem aprender.

Não estamos falando de uma simples manipulação, que quase sempre é relacionada como algo ruim (e não é), mas de métodos de convencimento que te ajudam a chegar onde você planejou. E entenda como “chegar” a simples ideia de cumprir aquilo que você planejou.

Manipulação não é controle, assim como convencimento ou persuasão não são excessos de poder, é simplesmente a ideia de comunicação do modo mais simples, afinal, todo mundo quer que a outra pessoa faça algo.

O truque está nas vantagens, quando todos saem felizes no final, não tem ninguém enganando ninguém, então você está no caminho certo. E se não tem certeza disso, nem sabe como fazer, tudo bem, persuadir é algo que pode ser aprendido.

Você pode aprender como persuadir

A primeira coisa que você deve ter certeza é que aquela impressão de que as pessoas nascem com uma facilidade de persuadir é uma pequena mentira que contamos para nós mesmos, assim fica mais fácil aceitar que não conseguimos. Mas acredite, você consegue se quiser.

Um vendedor não nasce com a habilidade de vender, mas suas experiências e opções de vida o levam àquilo e fica mais fácil convencer qualquer pessoa a fazer qualquer coisa.

O desenvolvimento desse poder de persuasão é algo que pode ser aprendido através de técnicas e dicas, portanto, se sua ideia é entender como funciona toda dinâmica de convencimento na comunicação é preciso estudar, principalmente quem já tem experiência nisso.

Mas é preciso também entender que todo mundo precisa convencer alguém de alguma coisa. Isso não é exclusividade para vendedores ou profissões que precisam entregar algo em troca de lucro, todo mundo está persuadindo o tempo todo.

Imagine que você quer jantar com um amigo em algum restaurante, ou até escolher aquele filme que verá no cinema. Imagine que quer um aumento e precisa falar com o chefe. Lembre daquela vez que precisou convencer seus pais a chegar mais tarde em casa, ou até quando precisou obrigar seu filho a fazer algo sem apelar para a autoridade paterna ou materna.

Enfim, os exemplos não são poucos e você deve ter isso em mente: convencer é algo normal do nosso dia a dia.

O que você deve saber é que qualquer técnica ou dica de persuasão passa sempre pela situação de você tem um produto, ação, serviço ou opção que a outra pessoa não tem e você quer impor. E, muitas vezes, você deve entender o interlocutor em suas emoções, dores e demandas, só assim conseguirá encontrar o espaço para convencê-lo.

Tudo é uma negociação e você deve ter em mente que quer atingir resultados e objetivos é a única opção que você deve ter. E lógico, deve desenvolver autoconfiança, já que se você não tiver certeza que é possível fazer isso, ninguém mais terá.

7 dicas de como persuadir alguém que você deve aprender

1 – Consistência

Todo mundo quer ser visto como alguém que tem compromisso e coerência, portanto, as pessoas se sentem mais confortáveis com decisões que formam uma tendência com aquilo que acreditam, suas crenças e valores. Todo mundo gosta de saber que as pessoas acham que eles são confiáveis, estáveis e racionais.

Portanto, quando você oferece algo em troca, a comunicação se torna uma troca e o que você pedirá se torna uma espécie de favor devolvido. Quando você cria uma relação onde a outra pessoa já teve uma vantagem, o que vem depois é sua vantagem.

2 – Conecte-se

Quanto mais alguém se sentir próximo a você, quanto mais essa pessoa enxergar em você algum tipo de semelhança e se sentir atraída pela sua presença, mais facilmente você irá persuadi-la. E não estamos falando de uma relação antiga, mas de uma conexão que surge ali na hora mesmo.

Sinceridade, verdade e transparência fazem com que a pessoa se sinta confortável perto de você. Portanto, ser natural, bem humorado e entender a linguagem corporal com um bom sorriso e os, bons e velhos, olhos nos olhos, ajudam a criar essa aproximação.

Quanto mais verdadeiro você for, mais a pessoa à sua frente irá se sentir atraída por você, afinal ela também se sente verdadeira.

3 – Quando tudo está terminando

Um dos meios mais fáceis de convencer alguém de algo é sacando da manga a carta da escassez. Se algo está acabando, são as últimas unidades ou são os últimos dias para você poder aproveitar algo, todo convencimento fica mais fácil. Afinal, ninguém gosta de perder uma oportunidade.

Nos anos 70, três cientistas fizeram um teste que envolvia dois potes de biscoito. O primeiro deles está cheio, o outro quase vazio. O resultado era que a maioria das pessoas dizia ter mais vontade de comer aquele do pote mais vazio.

A mente humana acha que deve haver alguma razão para aquele pote ter menos biscoitos e a primeira conclusão que ela chega é a de que todas pessoas comeram o que está faltando, consequentemente, esse é melhor.

Escassez e não perder uma chance estão sempre a favor de quem quer convencer.

4 – Busque uma prova social

Ninguém vive sozinho no mundo, todos gostam de estar em um grupo onde enxergam semelhantes e pessoas que tem o mesmo gosto e aspirações. Portanto, todo mundo é influenciado pelas decisões que esse grupo tem. Use isso a seu favor.

Se mais gente próxima a seu interlocutor comprou o produto que você quer vender, consumiu o serviço que você quer prestar ou simplesmente preferiu ver esse ou aquele filme, use isso a seu favor. Mostre que todo mundo prefere essa opção e faça a pessoa se sentir dentro do grupo que ela admira.

5 – Seja uma autoridade

O ser humano tem sempre a tendência a obedecer a ordens em termos de hierarquia. Fazer isso sem ter uma posição hierárquica superior é simples, com autoridade. Quando você é reconhecido por alguma coisa, é celebrado e respeitado, suas palavras têm um peso maior.

E, não se engane, isso não vem só da bagagem ou currículo, um jaleco e um terno já fazem uma diferença enorme, assim como um título ligado a seu nome, como “doutor”, “professor” etc. Sem esquecer, obviamente, do sucesso, se você é bem-sucedido em algo, fica mais fácil gerar confiança sem muito esforço.

Portanto, posicione-se e vista-se como uma especialista e a autoridade vem junto.

6 – Elogie

Todo mundo precisa de elogios, e isso leva a uma aceitação rápida e eficiente. Quando você quer convencer alguém de algo, elogie. Não minta nem invente, busque as qualidades que a pessoa tem e faça isso ser público, diga isso a ela.

Quando alguém escuta sobre seus pontos positivos, quase sempre fica mais à vontade para entender as intenções e aceitar as propostas.

Entretanto, a mentira nesses casos tem a perna muito curta. Quando você mente, a pessoa identificará, afinal, ela sabe que não tem essas qualidades ou nem demonstrou isso. O resultado disso é sempre catastrófico, portanto elogie, mas o faça com sinceridade e verdade.

7 – Gere afeição

É importante que a pessoa ache que você está concordando com ela. Quando não surge uma afeição entre os dois lados, um deles cria uma barreira e as ideias e propostas simplesmente não conseguem passar.

Encontre semelhanças entre você e seu interlocutor, crie laços, faça a pessoa se sentir próxima e parecida com você. Quando a pessoa se ver em um espelho, ela começa a confiar mais em você.

Essas dicas ajudarão aprender como persuadir uma pessoa

Mas tudo isso só acontece quando você entende que nenhuma dica ou técnica funciona sem que você entenda as necessidades e possibilidades de cada situação, produto oferecido e pessoa.

Entender como todo esse mecanismo funciona é o verdadeiro segredo da persuasão, fazer isso funcionar e resultar no sucesso de suas ações, independente de estarmos falando de sua vida pessoal ou profissional, é o único jeito de entender como persuadir.