Os olhos são a janela da alma, mas um olhar também pode ser revelador da verdade!

Você pode mentir e usar diferentes sinais do seu corpo para esconder a verdade, mas os olhos sempre estão nos contando os segredos mais íntimos.

Não importa quanto você ensaiou aquele discurso e quanto você se esforça para esconder algo, os seus olhos sempre estarão lá gritando e escancarando a verdade para todos que quiserem descobrir.

Não é por menos que os olhos são uma das principais formas de identificar um mentiroso.

Se você já assistiu a série Lie to Mie, deve lembrar que o protagonista identificava verdades e mentiras somente observando o rosto das pessoas.

Por mais que pareça apenas ficção, é possível fazer isso na vida real.

Existem diversos especialistas no assunto espalhados pelo mundo.

Pessoas que se dedicam a entender as microexpressões e a forma como reagimos a diferentes estímulos.

Eu sou uma das pessoas que dedica boa parte da vida a isso, já até tive quadro na televisão identificando mentira em entrevistas e discursos famosos.

E como funciona a linguagem do olhar?

O olhar revela verdades e mentiras de uma forma simples de identificar, mas que envolve diversos estudos que são um pouco complexos de entender, mas vou explicar do jeito mais simples possível.

Sempre que nos lembramos de algo que aconteceu ou que estamos construindo uma história, o nosso cérebro vai buscar essa informação.

Existe um lado do nosso cérebro que é responsável por construir imagens, o constructo, e também existe uma área responsável por guardar as nossas memórias, a lembrança.

E toda vez que você constrói ou lembra de algo, o seu olho se move rapidamente indicando de que lado seu cérebro está trabalhando.

Quando uma pessoa olha para a esquerda, por exemplo, está buscando memórias e quando olha para a direita está construindo.

Mas não é apenas isso. Ainda existem outras separações importantes. O nosso olhar revela se estamos buscando informações visuais, auditivas ou cinestésicas.

Sabendo como o olhar revela cada uma dessas coisas, você é capaz de encontrar mentiras e verdades nos discursos. E é justamente o que vou te ensinar agora:

  • Olhar pra cima à esquerda é lembrança de uma imagem.
  • Olhar pra cima à direita é a construção de uma imagem.
  • Olhar horizontalmente à esquerda é lembrança auditiva.
  • Olhar horizontalmente à direita é lembrança auditiva.
  • Olhar pra baixo à esquerda é acessar as emoções.
  • Olhar pra baixo á direitaa é um conversa interna.

Trazendo em exemplos práticos, você pode perguntar para um funcionário como está o andamento do relatório. Se ele mover o olho rapidamente à esquerda pra cima, está procurando imagens visuais para lembrar de como está o andamento.

Porém, se ele mover à direita pra cima, ele está construindo uma imagem. Ou seja, provavelmente, está mentindo pra você.

Assim como uma mulher pode usar essa técnica pra saber se o marido realmente foi para aquele futebol na quarta-feira hehe.

Imagina um analista de crédito com esse poder?

E um recrutador de empresas fazendo perguntas sobre o currículo?

São muitas oportunidades que se abrem ao saber identificar mentiras apenas pelos olhos.

Mas, antes de sair caçando verdades e mentiras no olhar das pessoas, é importante prestar atenção na próxima dica.

Alguns cuidados ao usar essa técnica

O Tio Ben, tio do Homem Aranha, tem uma frase que se tornou clássica: com grandes poderes vêm grandes responsabilidade.

Saber identificar mentiras e verdades apenas pelo olhar é um desses poderes.

Você não pode usar essa técnica indiscriminadamente e sem alguns cuidados.

Eu, por exemplo, analisei recentemente o discurso do Marco Feliciano sobre a acusação de estupro, mas me recusei a analisar a mulher dele porque não é uma personalidade pública e não vou envolvê-la no caso.

Além disso, é importante saber de duas coisas.

A primeira delas é que o padrão é que o olhar pra esquerda está acessando a lembrança e o olhar à direita está buscando o constructo, mas algumas pessoas são invertidas.

Eu mesmo já analisei algumas pessoas que são assim. E tem um jeito muito simples de você descobrir isso.

Peça para ela dizer uma verdade. Faça uma pergunta que você sabe a resposta.

Se quer identificar uma mentira do seu filho, por exemplo, peça para ele te dizer o que comeu no almoço.

Você sabe a resposta correta e conseguirá identificar o lado da lembrança e do constructo.

E o segundo ponto é que você nunca pode analisar uma informação solta.

Um rápido olhar pra direita horizontalmente não significa que tudo que aquela pessoa falou é mentira.

Significa apenas que aquela informação pontualmente é uma construção auditiva.

Então sempre analise a fala toda e esteja atento para que não deixe passar nenhum detalhe.

E lembre-se: com grandes poderes vem grandes responsabilidades!