Não existe outro jeito, o sucesso de qualquer negociação só vem com o fechamento de vendas. Todo esforço, conversa e relação só passa a valer a pena diante do fim, do momento onde tudo isso vira lucro.

É lógico que isso não tira a importância de todo o processo. Muito pelo contrário! Encontrar clientes, apresentar produtos e serviços, demonstrar eficácia e convencer são os únicos jeitos de chegar nesse fechamento. Portanto, um não vive sem o outro.

Mas é impossível não levar em conta que o fechamento em si é o momento mais crucial, justamente àquele que faz você olhar para trás e enxergar que valeu à pena todos esse esforço. A apreensão e o nervosismo são normais, mas a sensação de dever cumprido depois do “sim”, faz tudo valer a pena.

Os métodos de fechamento de vendas

1 – Seja imediatista

Poucas coisas são mais eficientes do que colocar o cliente em uma situação de “agora ou nunca”. Não por pressão, mas por oportunidades. Por isso, entregar a eles possibilidades que possam fazer com que isso exista é um jeito certeiro de fazer com que o foco de suas atenções seja a venda.

Deixe então para o final oportunidades como “um desconto para quem se cadastrar hoje”, ou até, no caso de maquinário complexo ou produtos com entrega, a possibilidade de passar na frente na fila de instalação. O que importa é fazer com que o cliente sinta que tem em mãos uma opção única.

2 – Construa um resumo

Depois de muita conversa, quase sempre alguns pontos importantes acabam ficando jogados pelos cantos. É preciso enfatizar e deixar claro o que você tem em mãos e mostrar porque aquilo é tão importante.

Nessa hora, nesse fim de conversa, faça um resumo de seu produto, serviço ou o que mais o cliente está ganhando se fizer negócio com você. Enfatize as qualidades, cite números e dê a impressão de que tudo é ainda maior do que é. Faça com que essas últimas palavras sejam realmente inesquecíveis

3 – Deixe o melhor para o final

Guarde um truque na manga. Talvez nem algo impressionante ou grande. Apenas um detalhe, possibilidade ou promoção que possa ser acrescida na venda durante os últimos momentos de negociação. Dobre a balança para o seu lado no momento em que o cliente tem uma dúvida e está prestes a aceitar no negócio, mas precisa de um último empurrãozinho.

Talvez um acréscimo gratuito de alguma coisa, uma condição especial, uma entrega diferente, qualquer coisa pode resolver o dilema do cliente de comprar ou não comprar.

Aplique as técnicas de fechamento de vendas

Mas sobre tudo isso é importante a gente lembrar que fechar uma venda não é simplesmente empurrar um produto ou serviço. Quem compra não quer apenas estender a mão cheia de dinheiro, mas ter um apego especial pela experiência.

Portanto, o vendedor que quer se dar bem na hora do fechamento tem que, antes de qualquer coisa, saber muito bem o que está fazendo. O segredo está na preparação, no estudo, naquele período posterior a qualquer tipo de contato e encontro com qualquer cliente.

Concretizar uma venda de forma natural e sem forçar essa barra de jogar um produto no colo de um cliente e esperar ele te dar o dinheiro, só acontece com uma preparação muito mais complexa. Algo que fica no campo da confiança, sinceridade e bom investimento em tempo. Uma venda que entrega uma solução, nunca será esquecida.

Portanto, as técnicas existem, tanto de abordagem, quanto de fechamento, mas o mais importante é sempre o preparo, quanto mais o vendedor estudar e estiver à vontade com aquilo, mais fácil dele passar por todos esses processos sem nem parecer que está usando técnica nenhuma. E essa experiência para o cliente é única.